quarta-feira, Abril 25, 2018
Home > Campanha Nacional > Campanha Nacional 2013 > No 41º dia de greve, Banrisul melhora proposta em mediação no TRT-RS

No 41º dia de greve, Banrisul melhora proposta em mediação no TRT-RS

Crédito: Fetrafi-RS
Fetrafi-RS Banco aumenta índice da PLR própria para 1,8% e retoma Plano de Carreira

A mediação com o Banrisul no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) foi encerrada no início da tarde desta terça-feira (29), na capital gaúcha. A reunião contou com a presença de representantes da Fetrafi-RS, Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e sindicatos do interior do Estado, assessorias jurídicas das entidades sindicais e diretores do banco, tendo sido acompanhada pelos integrantes do Comando dos Banrisulenses.

No início da mediação , o presidente do Sindicato de Porto Alegre, Mauro Salles e o diretor da Fetrafi-RS, Carlos Augusto Rocha, defenderam as propostas apresentadas pelo Comando dos Banrisulenses à direção do Banrisul e a disposição do movimento sindical para a negociação.

“Nossa intenção sempre foi resolver a greve através da negociação e do diálogo. O objetivo dos banrisulenses é melhorar a gestão do Banrisul e entendemos que as propostas dos trabalhadores não geram impacto ou desestabilizam as finanças do banco”, destacou Mauro.

Já o diretor da Fetrafi-RS salientou que os banrisulenses julgaram insuficientes as propostas feitas pelo Banrisul, diante das expectativas dos trabalhadores no âmbito das negociações específicas. “Algumas proposições feitas pelo banco até retrocederam em relação ao ano passado. Agora precisamos avançar e encontrar uma solução para o impasse que manteve a greve”, enfatizou Rocha.

Após quase quatro horas de mediação, o banco propôs a retomada da Comissão Paritária sobre Plano de Carreira, a melhoria da PLR Banrisul, extensão da PLR e 13ª cesta-alimentação aos afastados por doença ou acidente do trabalho e a mudança nos critérios de compensação dos dias de greve.

“Foi uma mediação difícil, pois o banco veio com a intenção de compensar os dias parados em seis meses. No entanto, a proposta evoluiu e traz melhorias como o aumento da PLR Banrisul, a comissão paritária sobre planos de carreira incluindo subcomissões para setores como TI e Call Center, e a extensão da PLR e 13ª cesta-alimentação aos afastados por motivos de saúde. São frutos da enorme disposição de luta dos bancários, durante a greve com maior duração na história dos banrisulenses, que contribuiu para a mobilização da categoria e pressionou o banco por avanços nas questões específicas”, destaca o funcionário do Banrisul e secretário de Assuntos Socioeconômicos da Contraf-CUT, Antônio Piroti.

Veja os compromissos assumidos pelo Banrisul na mediação:

Plano de Carreira – O Banco se compromete à retomada da Comissão Paritária sobre Plano de Carreira, com a criação de subcomissões específicas para debater as questões dos funcionários dos setores de Tecnologia da Informação (TI) e Call Center. As conclusões dos trabalhos destes fóruns específicos serão encaminhadas à Comissão Paritária.

PLR Banrisul – O banco estabelece percentual de 1,8% do lucro líquido a ser distribuído de forma linear a todo o quadro de funcionários, sendo que 1,5% será pago no dia 8 de novembro. O restante, equivalente a 0,3%, será pago na mesma data prevista para o pagamento da segunda parte da PLR até 3 de março de 2014, conforme prevê a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), assinada entre as entidades sindicais e a Fenaban.

Extensão para trabalhadores afastados – Os pagamentos da PLR, tanto a regra da CCT dos bancários como a PLR Banrisul e a 13ª cesta-alimentação serão estendidos a todos os trabalhadores afastados por doença ou acidente de trabalho.

Compensação de horas da greve – Os dias não trabalhados na greve de 2013 poderão ser compensados até 31 de dezembro de 2013, no limite de uma hora diária. O banco também se compromete a manter os compromissos já assumidos relativos a férias e abono assiduidade agendados pelos funcionários.

Assembleias

A nova proposta do Banrisul será apreciada em assembleia dos funcionários às 15h, em Porto Alegre, e às 18h, no interior do Estado e em Santa Catarina.

De acordo com a ata da mediação, a proposta apresentada pelo Banrisul é válida até as 12h desta quarta-feira (30), horário limite para o retorno dos grevistas ao trabalho.

Fonte: Contraf-CUT com Fetrafi-RS