domingo, julho 22, 2018
Home > Notícias do Sindicato > Liminar impede trabalho neste sábado no Casp do HSBC em São Paulo

Liminar impede trabalho neste sábado no Casp do HSBC em São Paulo

A juíza Glenda Regine Machado, da 66ª Vara do Trabalho de São Paulo, atendeu pedido do Sindicato dos Bancários de São Paulo e concedeu liminar suspendendo o trabalho de bancários do HSBC neste sábado 15, sob pena de multa de R$ 10 mil por empregado. Ao todo 216 funcionários do Casp foram convocados para execução de “manutenção nas contas corrente clientes PF”. 

A juíza também determinou prazo de 48 horas para que o banco justificasse o motivo das convocações aos finais de semana e feriados. Além do dia 15, a instituição financeira comunicou ao Sindicato a necessidade de trabalho extraordinário no feriado da Consciência Negra, na quinta 20, e nos sábados 29 de novembro e 6 de dezembro, que também relacionavam centenas de trabalhadores. 

Na ação, o Sindicato alega que o banco comunica, mas não justifica a necessidade do trabalho em dias de descanso. Além disso, argumenta que “a necessidade de trabalho em tantos sábados e feriados denota que a instituição bancária pretende transformar o trabalho extraordinário em ordinário, contrariando a norma legal e os instrumentos normativos”. 

A secretária-geral do Sindicato e vice-presidenta da Contraf-CUT, Ivone Maria da Silva, ressalta que a entidade não concorda com o trabalho em fim de semana ou feriados, que não seja necessário. “A convocação do HSBC é para um serviço que pode ser realizado normalmente na jornada, ou seja, não se justifica. Isso já aconteceu em outros bancos e também ingressamos com ações para garantir o direito ao descanso dos bancários.” 


Fonte: Contraf-CUT com Seeb São Paulo