RO: Cooperativas de crédito aprovam pauta de reivindicações para acordo coletivo 2017/2019

Seeb/RO

O 7º Encontro dos Trabalhadores em Cooperativas de Crédito do Estado de Rondônia (ECOOP), realizado no último sábado, 6/5, no Máximus Hotel, em Ji-Paraná, debateu a conjuntura política e econômica do país e aprovou a pauta de reivindicações para o biênio 2017/2019 que tem, como principais eixos, a reposição da inflação mais 5% de aumento real nos salários, auxílio-tíquete no valor de um salário mínimo (R$ 937,00), vale-cultura, proibição de transporte de numerário pelo trabalhador e participação das sobras.

O Encontro foi dividido em duas partes. Pela manhã houve debate sobre a conjuntura política e econômica do país, a partir de exposições do presidente da Fetec-CUT/CN, Cleiton dos Santos Silva, que tratou do tema “reforma da Previdência”, e do advogado Felippe Roberto Pestana, do Escritório Fonseca & Assis Advogados Associados (que responde pela assessoria jurídica ao Sindicato), que abordou os temas “Terceirização e Reforma Trabalhista”.

Já na parte da tarde os cooperativários se reuniram em grupos, com os debates que promoveram a construção da pauta de reivindicações da categoria para o biênio 2017/2019.

“Foi uma grata satisfação, pois durante todo o tempo a participação dos trabalhadores foi grande, o que é muito importante para o fortalecimento da organização da categoria. A pauta será protocolada nos próximos dias junto aos dois sistemas, tendo em vista que a data-base deles é 1º de junho e já vamos começar a agendar as rodadas de negociação, visando fazer um bom acordo para os trabalhadores”, diz José Pinheiro de Oliveira, presidente do Sindicato dos Bancários de Rondônia e diretor de Cooperativas da FETEC/CN.

Para o diretor de cooperativas do Sindicato, Antônio Tavares, o 7º ECOOP foi um sucesso, pois novamente conseguiu reunir cooperativários de todo o Estado.

“Tenho uma enorme alegria e satisfação em ver os colegas cooperativários participando em todos os momentos do Encontro, seja na elaboração da pauta de reivindicações, seja nos debates sobre a Terceirização, Reforma Trabalhista e Previdenciária, muito bem ministradas pelos palestrantes Dr. Felipe e o colega Cleiton, que conseguiram fazer com que o público presente atuasse ativamente nos debates. Estão de parabéns todos os cooperativários”, avaliou Tavares.

Cleiton dos Santos, presidente da FETEC/CN, defende que o ECOOP é um exemplo que precisa ser ampliado para outros Estados.

“Sei dos desafios gigantescos pela conjuntura que estamos enfrentando, mas acho que está mais que na hora de avançarmos na organização de todos os trabalhadores das cooperativas de crédito, seja nos outros Estados da base da Federação ou até mesmo para outras regiões do país onde também há a presença de cooperativas”, propõe Cleiton, afirmando que o sistema de cooperativas é uma das tendências futuras para o ramo financeiro no país.

O SEEB-RO é pioneiro na representação sindical dos trabalhadores em cooperativas de crédito.

Fonte: Seeb/RO

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinmail
Topo