sábado, agosto 18, 2018
Home > Campanha Nacional > Campanha Nacional 2018 > Comando Nacional entrega minuta específica ao BNB

Comando Nacional entrega minuta específica ao BNB

Manutenção de direitos é prioridade dos trabalhadores; contratação de aprovados em concurso é outra reivindicação  –  O Comando Nacional dos Bancários e a Comissão Nacional dos Funcionários do Banco do Nordeste (CNFBNB) entregaram ao banco, nesta quarta-feira (13), a minuta específica de reivindicações e um pré-acordo de negociação. O ato da entrega foi realizado na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo.

“A reforma trabalhista acabou com a ultratividade dos acordos e convenções coletivas. Com isso, todos os direitos dos trabalhadores estão garantidos apenas até 31 de agosto. O pré-acordo tem a finalidade de manter as normas em vigor até que um novo acordo seja assinado”, explicou Gustavo Tabatinga, secretário Geral da Contraf-CUT.

A presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira, destacou a importância do BNB para o Nordeste do país. “Uma das prioridades da categoria, não apenas dos bancários das instituições estatais, é a defesa dos bancos públicos. O BNB é fundamental para o desenvolvimento regional. Queremos um BNB forte, com capacidade de investimento na região e também para dar o devido valor aos funcionários, que contribuem com o bom desempenho do banco”, disse.

Pautas específicas
A implementação de um novo Plano de Cargos e Remuneração (PCR) é uma das prioridades dos trabalhadores. “O atual plano possui somente 18 níveis. Está defasado. Muitos funcionários já atingiram esse patamar e não conseguem mais evoluir na carreira”, explicou Rubens Nadiel, representante da CNFBNB.

Outra reivindicação da categoria é a contratação dos aprovados em concursos. “Existem agências com defasagem de até 60% de funcionários, o banco somente convoca novos funcionários quando não suportam mais nossa pressão. Queremos que haja contratações suficientes para acabar com a sobrecarga de trabalho”, criticou o representante da CNFBNB. “Mas, fiquei bastante entusiasmado com a cordialidade com que os representantes do banco nos atenderam e receberam tanto nossa pauta de reivindicações quanto o pré-acordo”, completou.

Nadiel disse ainda que em todas as mesas de negociações com o banco os representantes dos funcionários cobram do banco o pagamento dos dias descontados por conta dos dias parados em decorrência da greve em protesto contra a proposta de reforma trabalhista e da Previdência.

Marcelo Alves, presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba e membro do Comando Nacional dos Bancários, participou da entrega da minuta, juntamente com o companheiro Lindonjhonson Almeida, presidente da Fetrafi-NE,  e ressalta a importância da luta pelo respeito às reivindicações dos funcionários do BNB, bem como a necessidade de se manter a categoria mobilizada para os embates dessa primeira campanha sob a vigência da legislação trabalhista gestada pelo golpe.

“Sendo o Banco do Nordeste um banco de fomento, que é de suma importância para o desenvolvimento regional, o fortalecimento do seu funcionalismo também deve ser encarado como um compromisso nosso, enquanto representantes da categoria profissional. Até porque nossos companheiros trabalham atendendo aos pequenos e micro empreendedores, que são o público-alvo do BNB, para garantir o fortalecimento de nossa economia. Esperamos que a direção do Banco do Nordeste veja com bons olhos as reivindicações do seu corpo funcional, principalmente na contratação dos aprovados em concursos, para melhor atender às demandas do Banco. Portanto, vamos à luta, companheiros. Temos que resistir e vencer, pois nossos direitos estão em risco”, concluiu Marcelo Alves.

Fonte: Seeb-PB, com Contraf-CUT.