segunda-feira, julho 23, 2018
Home > Notícias do Sindicato > Defesa da unidade marca posse da nova direção do Sindicato dos Bancários de PE

Defesa da unidade marca posse da nova direção do Sindicato dos Bancários de PE

Os diretores eleitos foram empossados nesta quarta-feira (4), com mandatos para o triênio 2018-2021. A Cerimônia de Posse foi realizada com a participação dos membros eleitos e de representantes de mais de dez organizações dos movimentos sindical e social. Os 70 membros das diretorias Executiva e Regional e do Conselho Fiscal, entre titulares e suplentes, foram escolhidos por 74,43% da categoria, na eleição que ocorreu no último mês de maio.
O discurso da defesa da unidade para o fortalecimento da luta da categoria prevaleceu entre as falas das lideranças locais e nacionais presentes no evento.
Dirigentes experientes também foram reconduzidos à diretoria pelo reconhecimento ao trabalhado desempenhado pela gestão nos últimos anos. A nova diretoria conta com a representação de funcionários de todos os bancos públicos e privados, numa composição formada por duas centrais (Central Única dos Trabalhadores – CUT e Central dos Trabalhadores do Brasil -CTB)  e por três forças políticas (Articulação Sindical, Articulação de Esquerda, e O Trabalho).
Após dar as boas-vindas aos novos diretores, a presidenta reeleita, Suzineide Rodrigues, destacou que só a unidade garantirá as conquistas. “Não será fácil ser dirigente sindical neste contexto de golpe que vivemos o nosso país. Temos que ter coragem e uma diretoria unida para avançar na luta. A divergência política pode e vai acontecer, pois o Sindicato é um organismo democrático. Mas, a unidade deverá prevalecer pelo bem da categoria. A máxima é “Todos por Tudo”, afirmou.
A mesa de abertura do evento – O Papel do Dirigente Sindical no Contexto de Golpe – trouxe elementos sobre a política implementada pelo governo Temer no Brasil e os impactos para a classe trabalhadora. Na ocasião, o secretário Geral da Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Gustavo Tabatinga, ressaltou que os sindicatos são fundamentais para derrotar o projeto ultraliberal. “Vocês deverão desenvolver habilidades, ter consciência do papel político exercido pelo dirigente sindical e liderar pelo exemplo, sempre com ética e transparência”, aconselhou.

Representando o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Milena Prado foi enfática ao apontar o papel dos sindicatos. “Estamos num Estado de Exceção e o movimento sindical brasileiro tem sofrido muitos ataques. Aquele que foi responsável pela redemocratização da sociedade na década de 80, hoje tem o papel de não só redemocratizar, como de dar novas caras as instituições que se encontram postas”.

Entre os novos nomes que oxigenam a direção, a funcionária da Caixa Econômica Federal, Cândida Fernandes, assume a Secretaria de Bancos Públicos. “Me sinto honrada por fazer parte desta nova direção para somar na luta. É um momento difícil para a nossa categoria, com muitas batalhas a ser e enfrentadas, como, por exemplo, barrar a privatização dos bancos públicos e preservar os planos de saúde de autogestão. O nosso compromisso é de responsabilidade com a categoria e ampliação do diálogo do Sindicato com a sua base, que está no dia a dia sentindo a dificuldade no trabalho, e levar resistência para todos os nossos colegas”, assegura.
Prestigiaram o ato de posse a Contraf, CUT, CTB,  Federação dos Trabalhadores dos Ramo Financeiro no Nordeste (Fetrafi/NE), Associação dos Gerentes da Caixa Econômica Federal (AGECEF), Federação Nacional das Associações de Gestores da Caixa (FENAG), Associação dos Economiários Aposentados e Pensionistas de Pernambuco (AEAP), Associação dos Funcionários Aposentados do Bandepe (ASFABE), Sindicato dos Metalúrgicos (Sindmetal), Sindicato dos Trabalhadores nos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinteepe), Sindicato dos Bancários da Paraíba (Seeb-PB), Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Estado de Pernambuco (Sindsep) e Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), entre outros.
O presidente da Fetrafi-NE e secretário geral do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Lindonjhonson Almeida, destacou a importância da escolha dos bancários pernambucanos. “Em uma conjuntura adversa, em que se desenrola a Campanha Nacional deste ano, foi muito importante a chapa encabeçada por Suzineide Rodrigues obter a expressiva votação de 74,43% dos bancários que compõem a sua base. O momento é de unidade, mobilização e disposição de luta para garantirmos nossos direitos, que estão em risco. À diretoria empossada nossos parabéns, com a certeza de que não faltará competência, nem disposição para a condução da luta dos trabalhadores bancários de Pernambuco”, concluiu.
Fonte: Seeb-PB, com Seec-PE.