O Citigroup levantou R$ 2,213 bilhões ontem com a venda na Bolsa de 17% das ações da Redecard, segunda maior processadora de cartões no país. A operação marca a saída do Citibank brasileiro da empresa.

Com a saída, o Itaú Unibanco elevou sua participação de 46% para 50% do capital. Desde 2007, o Citi foi se desfazendo na Bolsa dos papéis da Redecard, com o objetivo de fazer caixa para a matriz americana.

Fonte: Folha de São Paulo