A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) orienta todos os sindicatos e federações filiados a defenderem nas assembléias a manutenção da greve dos bancários da carreira profissional da Caixa Federal, além de desenvolver todos os esforços para assegurar o êxito da paralisação e assim forçar a empresa a atender as reivindicações dos trabalhadores.

A greve dos bancários da carreira profissional da Caixa é continuação da campanha salarial de 2008. No fechamento da campanha salarial, ficou acordado que a Caixa deveria apresentar uma proposta de revisão da nova tabela salarial desses profissionais. O que a empresa está propondo, no entanto, é insuficiente.

"Apoiada e conduzida pelos sindicatos, a greve foi um sucesso hoje em todo o país, atingindo mais de 80% dos bancários da carreira profissional", afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT. "A orientação é para os sindicatos intensificarem a mobilização e defenderem a continuação da greve, pois só assim a Caixa apresentará um proposta que atenda as reivindicações.

Fonte: Contraf/CUT