O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e do Ramo Financeiro no estado de Mato Grosso (SEEB-MT) realiza nesta quinta-feira (7) às 11 horas um ato contra a reestruturação do Banco da Amazônia. A ação que será realizada na agência localizada na avenida Getúlio Vargas, região central de Cuiabá, ocorre em protesto o processo que tem iniciado uma política de enxugamento da estrutura organizacional da instituição.

O Sindicato está realizando atividades junto aos seus associados a fim de evitar que o banco perca seu papel social em detrimento da lógica capitalista, que é o lucro pelo lucro. Hoje, o Dia Nacional de Luta no Banco da Amazônia tem como objetivo de pressionar a empresa para que recupere esse papel social de banco público e valorize seus empregados, sendo um dos pontos principais uma Participação nos Lucros e Resultados (PLR) mais justa.

A instituição vem tentando se igualar diariamente com os bancos privados esquecendo o seu papel de banco público e não admitimos isso em hipótese alguma. O Banco da Amazônia deve primar pela garantia do desenvolvimento da Amazônia e não pela lucratividade sem fim. Apesar de ser uma das regiões mais ricas do planeta em questão de biodiversidade a população amazônica tem estado à margem do desenvolvimento sustentável devido a dificuldade de obtenção de crédito.

O movimento sindical considera a excessiva taxa de juros para o microcrédito declarada pelo Banco da Amazônia no 9° Fórum Social Mundial, ocorrido em Belém, um forte empecilho para o desenvolvimento da Amazônia. O banco público não deve estar focado somente no lucro, sua função principal é apoiar o desenvolvimento da área onde está situado.

Fonte: Seeb MT