Na contramão da crise internacional, que arruinou os sistemas financeiros da grande maioria dos países desenvolvidos, os 50 maiores bancos que operam no Brasil apresentaram um lucro líquido somado de R$ 7,596 bilhões no primeiro trimestre de 2009, segundo pesquisa divulgada pelo Banco Central a partir dos balanços apresentados pelas instituições financeiras.

"O lucro líquido de R$ 7,5 bilhões representa um resultado extraordinário e mostra que os bancos que atuam no país estão melhores que os outros setores da economia e não foram afetados pela crise", avalia Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT.

"Não tem sentido, portanto, os bancos fecharem postos de trabalho e usarem a rotatividade para diminuir salários", argumenta Cordeiro. Ele se refere ao primeiro levantamento sobre emprego e desemprego nos bancos feito pela Contraf-CUT e pelo Dieese, divulgado nesta terça-feira 16, mostrando que as empresas financeiras fecharam 1.534 postos de trabalho no primeiro trimestre deste ano. A pesquisa, que será realizada trimestralmente, também demonstra que a remuneração média dos bancários contratados nos primeiros três meses de 2009 é 54,45% inferior à média dos desligados no mesmo período. Veja a matéria sobre a pesquisa aqui.

Fonte: Contraf-CUT