Os capixabas conseguiram mais uma vitória na luta contra a entrega do patrimônio público estadual: as negociações para a venda do Banestes ao Banco do Brasil estão suspensas. O comunicado (Fato Relevante) foi divulgado nesta segunda-feira, 22, no site da Comissão de Valores Mobiliários (http://www.cvm.gov.br/). O documento foi assinado pelo diretor de Relações com Investidores e de Finanças do Banestes, Ranieri Feres Doellinger, e pelo vice-presidente de Finanças, Mercado de Capitais e Relações com Investidores do Banco do Brasil, Ivan de Souza Monteiro.

"Essa é uma vitória da sociedade civil que sempre se posicionou contra a venda do Banestes, mas o Governo do Estado se negava a ouvir a voz do povo. Permaneceremos atentos, em vigília, porque o governador Paulo Hartung já mostrou que não tem o compromisso de manter o Banestes público e Estadual", afirmou o coordenador geral do Sindicato dos Bancários/ES, Carlos Pereira de Araújo.

Plebiscito

Em plebiscito de iniciativa popular promovido pelo Comitê em Defesa do Banestes Público e Estadual em março deste ano ficou clara a posição dos capixabas sobre a proposta de venda do banco estadual para o BB: dos 45.673 votantes que participaram da consulta popular, 91,38% (41.738 pessoas) se manifestaram contrários à venda.

O plebiscito foi organizado pelo Comitê diante da omissão do Governo Paulo Hartung e da Assembleia Legislativa, que não convocaram um plebiscito oficial sobre a venda do Banestes. A votação aconteceu de 16 a 22 de março e contou com um total de 45.673 votantes em 145 urnas, que percorreram 45 municípios do Espírito Santo.

Fonte: Seeb/ES