A jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, informou hoje, 26 de junho, em sua coluna no caderno Ilustrada, que o Ministério da Previdência montou uma força-tarefa que vai percorrer os departamentos de recursos humanos das maiores empresas do país para regularizar informações sobre seus funcionários. Entre os setores, o primeiro a ser visitado será o de bancos, como: Itaú, Bradesco e Banco do Brasil, seguido dos supermercados e construtoras.

A força-tarefa, segundo o ministro José Pimentel, vai se "antecipar" a problemas que surgem quando o trabalhador pede aposentadoria e só então descobre que as informações registradas no INSS estão erradas ou desatualizadas, retardando por meses a concessão do benefício.

Fonte: Contraf-CUT, com Folha de São Paulo