O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em visita na última sexta-feira, dia 26, ao 10º Fórum de Software Livre (FISL), recebeu das mãos do diretor de Políticas Sociais e Cidadania do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários) e funcionário do Santander, Mauro Salles, e do diretor da entidade e empregado da Caixa, Francisco de Assis Magalhães (Chico), um kit com informações e projetos desenvolvidos em software livre.

O sacola ecológica do CineBancários continha o jogo e a revista do "Personagens do Centro", o romance que resgata a história dos 75 anos do Sindicato, "Banco não dá bom dia", impressos sobre as ações e os programas de Software Livre desenvolvidos pela entidade. O presidente também recebeu a edição desta semana do jornal "O Bancário" e uma jaqueta do Sindicato. Lula se mostrou interessadíssimo quanto ao presente, perguntando aos dirigentes sobre o que se tratava.

"É importante que o SindBancários participe de um evento como esse, enquanto entidade que representa os trabalhadores organizados que, através do Linux, conseguiu romper com um modelo tecnológico monopolista, que não privilegia a socialização do conhecimento, transformando-o em mera mercadoria. Com a presença de Lula, esperamos que o governo volte seus olhos ao software livre e o adote como uma solução de estado. Não tem porque bancos públicos federais, por exemplo, ficarem gastando dinheiro público com licenças caríssimas", afirma Chico.

O SindBancários no FISL

Com estande no FISL, o SindBancários apresentou à comunidade do Software Livre toda sua experiência com a utilização e produção de programas "open source". Atualmente, 90% das estações de trabalho e 100% dos servidores do operam com software livre.

Programas como o FIEL Contábil/Financeiro, que já foi traduzido para o espanhol por uma entidade argentina e aplicado pela Universidade Federal de Goiás nas aulas de economia, e o Fiel Saúde, o primeiro software em banco de dados sobre saúde do trabalhador desenvolvido no Brasil, podiam ser encontrados no estande do Sindicato, assim como informações completas sobre eles.

Fonte: Imprensa/SindBancários