O Sindicato dos Bancários de São Paulo está aguardando uma resposta do departamento de Recursos Humanos do Bradesco sobre os problemas causados a funcionários da agência localizada no shopping União de Osasco. A unidade foi inaugurada sem que o shopping estivesse totalmente concluído.

Segundo apuraram os dirigentes sindicais, os funcionários foram obrigados a trabalhar em meio a muita poeira, provocando casos de irritação nos olhos, alergias, complicações respiratórias, entre outros problemas de saúde. A saúde dos funcionários é de responsabilidade do Bradesco, que deveria ter averiguado a real situação do shopping, que foi inaugurado inacabado. Ao lado da agência há um enorme tapume e por trás um grande canteiro de obras para a construção de uma das entradas.

"A situação está insustentável", diz o dirigente sindical Oswaldo Caetano, acrescentando que o Sindicato está exigindo o fechamento da agência até que tenha condições de funcionar adequadamente. "Contatamos o banco, mas ainda não tivemos resposta. O Sindicato vai continuar cobrando", completa o diretor do Sindicato.

Demissões

O Sindicato está cobrando do Bradesco que seja marcada negociação para discutir os boatos em torno de um processo de demissões que estaria ocorrendo principalmente nas agências.

Fonte: Seeb São Paulo