O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na segunda-feira, 10, na sede da Contraf-CUT, em São Paulo. O encontro aconteceu antes da entrega da minuta de reivindicações da categoria à Fenaban.

Após debates, o Comando orientou aos sindicatos a realização de atos de lançamento da Campanha Nacional dos Bancários 2009. Em algumas bases, os sindicatos já fizeram atividades, como é o caso de São Paulo, Campinas e Criciúma. Em Brasília, o ato está marcado para sexta-feira, dia 14.

"Este é o momento em que toda a categoria tem que estar pronta para lutar em mais uma campanha salarial e cabe aos sindicatos mobilizar os bancários, pressionar os bancos e chamar a atenção da sociedade", afirma Marcel Barros, secretário-geral da Contraf-CUT.

Também foi definido que os sindicatos devem mobilizar a categoria para participar da Jornada Nacional Unificada de Lutas, a ser realizada pelas centrais sindicais nesta sexta-feira, em todo o país. Os trabalhadores estarão mobilizados para lutar pela manutenção de empregos e direitos frente à crise internacional. Outras bandeiras são a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais sem diminuição de salário e o fim do fator previdenciário.

Por fim, o Comando aprovou a realização de mobilizações no Dia do Bancário, 28 de agosto. Os sindicatos e as federações ficaram de trazer propostas de atividades para serem definidas na próxima reunião, que ocorrerá no dia da primeira negociação com a Fenaban, agendada para a próxima terça-feira, dia 18. Na oportunidade, o Comando também discutirá a estratégia de negociação e o calendário de mobilização da campanha.

Fonte: Contraf-CUT