O Sindicato dos Bancários de Mato Grosso esteve ontem (12) na agência do HSBC/Centro, que responde pelas demais na região, para protocolar a solicitação da emissão do Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) do trabalhador que estava na PAB do banco, localizada na área externa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso durante o assalto. A unidade foi assaltada na tarde de quarta-feira (13) enquanto o bancário trabalhava e foi ameaçado com uma arma de fogo e agredido pelos assaltantes. Essa é a quarta vez que essa unidade é roubada.

O crime teria ocorrido ao final do atendimento bancário, por volta das 16 horas. Um dos ladrões bateu na porta e afirmou ao vigia que estava na companhia de uma pessoa que estava dentro da agência. Havia outro assaltante dentro da unidade, nesse momento os dois renderam o segurança e efetuaram o roubo. Na ocasião havia um funcionário no HSBC.

"Os bancários são as principais vítimas nesse tipo de ação e o HSBC deve fazer o possível para evitar que eles sejam submetidos a essas situações. O banco não deve punir os trabalhadores, mas apoiá-los e oferecer um ambiente de trabalho seguro. A emissão do CAT é direito do bancário e estamos cobrando que o banco faça isso num prazo de 24 horas", afirma a secretaria de saúde e condições sociais do SEEB-MT, Italina Facchini.

Fonte: Seeb MT