Quatro homens armados chegaram à agência Centro Industrial, do Banco do Brasil, no centro industrial de Cachoeirinha, na Grande Porto Alegre, por volta das 10h, segundo informações da Brigada Militar. Eles quebraram o vidro da instituição usando uma ferramenta que pode ser encontrada em qualquer loja de ferramentas: uma marreta.

Três vigilantes reagiram e houve troca de tiros com os assaltantes. Um cliente que estava no caixa eletrônico foi atingido na mão, mas passa bem.

"Nós, do SindBancários, lamentamos que a ousadia dos criminosos continue. Entendemos que a ação nesta agencia demonstra novamente a necessidade da instalação dos vidros blindados, uma medida simples que inibirá a ação destes criminosos que estão dando marretadas para entrar nos bancos", explica o diretor do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região e funcionário do HSBC, Lúcio Mauro Paz.

Lúcio também ressalta que "é necessário verificar com mais detalhes o que efetivamente ocorreu quanto a reação dos vigilantes, que resultou em tiroteio e em um cliente baleado na unidade de autoatendimento. Tal ação colocou em risco uma vida humana, e uma vida deve estar acima da proteção ao capital do banco".

De acordo com a polícia, o alvo dos criminosos era o carro-forte que tinha acabado de abastecer a agência. Um suspeito foi detido e presta depoimento na delegacia de Cachoeirinha.

Estatística do medo – Agosto de 2009

1. Dia 3: Santander – Cachoeirinha (agência Av. Flores da Cunha): arrombamento
2. Dia 3: Banco do Brasil – Nova Palma: assalto
3. Dia 3: Banco do Brasil – Pinhal Grande: assalto com reféns
4. Dia 6: Unibanco – Porto Alegre (agência Bom Fim): arrombamento
5. Dia 6: Banrisul – Mariana Pimentel; assalto com reféns
6. Dia 6: Sicredi – Mariana Pimentel: assalto com reféns
7. Dia 8: Itaú – Taquara: arrombamento
8. Dia 16: Banco do Brasil – Cachoeirinha (Agência Centro Industrial): tentativa de assalto com tiroteio e cliente ferido

Fonte: Zerohora.com e Seeb Porto Alegre