Os funcionários do Banco do Brasil do complexo da Avenida Paulista, onde está instalada a superintendência, tomaram um susto na manhã de terça-feira 18 por conta de uma ameaça de bomba no autoatendimento. No início da tarde, a Polícia Militar (PM) informou que a suspeita não foi confirmada.

O diretor do Sindicato dos Bancários de São Paulo e funcionário do BB Ernesto Izumi foi ao complexo para acompanhar a ocorrência ao lado dos trabalhadores.

Logo no início do expediente, os cerca de mil funcionários do local, dentre bancários e terceirizados, foram obrigados a evacuar o prédio, uma das maiores concentrações de trabalhadores do país. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM foi chamado, retirou o artefato do local e o encaminhou para melhor averiguação. Logo depois, os funcionários voltaram para o trabalho.

No início da tarde, a PM informou que o artefato era composto por produtos de oferendas para cultos religiosos.

Fonte: Seeb São Paulo