A juíza Mylene Pereira Ramos, da Justiça do Trabalho da 2ª Região, revogou na última sexta-feira, dia 14, a liminar concedida ao Sindicato dos Bancários de São Paulo, no dia 31 de julho, que suspendia as mudanças aprovadas na assembleia dos participantes sobre a reforma no estatuto do Fundo Banespa de Seguridade Social (Banesprev).

A cassação, segundo o diretor do Sindicato e funcionário do Santander Mário Raia, foi feita a pedido do Banesprev. "A juíza proferiu um despacho sem absolutamente qualquer fundamentação", salienta o dirigente sindical. "Estamos entrando com um mandado de segurança contra a revogação", explica.

As entidades sindicais reafirmam que as alterações no estatuto do Banesprev devem ser feitas a partir do debate do Grupo Técnico de Trabalho instalado somente na última quinta-feira, dia 13, pelo Santander, com o objetivo de estudar as propostas de reforma estatutária. A discussão no primeiro encontro foi em torno do Termo de Compromisso Banesprev, previsto no Acordo Coletivo de Trabalho.

A próxima reunião do Grupo será na próxima terça-feira, dia 25, com a apresentação de proposta de aperfeiçoamento do atual estatuto por parte dos representantes das entidades sindicais.

Fonte: Seeb São Paulo