Chega a 97 o número de agências bancários do Piauí que estão paradas neste segundo dia de greve (25/09). Quem afirma é o presidente do Sindicato dos Bancários do Piauí, José Ulisses, que esteve mais uma vez percorrendo todos os bancos e acompanhando a mobilização na capital piauiense.

No interior, nas cidades onde a greve não começou, os bancários estão se reunindo para iniciar a paralisação por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (28/09).

"O movimento grevista aumentou neste segundo dia de paralisação no Piauí, tanto na capital como no interior. E o que percebemos é que os bancários estão aderindo à greve por perceber que a união faz a força neste momento", avalia Ulisses.

Já o diretor do Sindicato, Arimatéa Passos, que se concentrou em frente ao BB da Álvaro Mendes, informa que os bancários sabem dos transtornos que a greve traz para a população, "mas esperamos contar com a colaboração de todos", diz, acrescentando que até hoje a Federação Nacional dos Bancos não apresentou nenhuma contraproposta para que a categoria encerrem a greve.

"A greve está aumentando no Piauí e no Brasil. E estamos reivindicando nossos direitos porque são justos", conclui o sindicalista.

Nesta sexta, às 17h, haverá nova assembleia para avaliar o movimento grevista no Piauí e no Brasil.

Fonte: Gilson Rocha (SEEBF/PI)