Pesquisa após pesquisa, os números mostram a força da greve dos bancários e aumenta a certeza de que a categoria não abrirá mão dos seus direitos. Mais de 90% das agências seguiram fechadas nesta sexta-feira, dia 2, durante o 9ª dia de greve. Das 269 agências pesquisadas pelo Sindicato dos Bancários de Brasília apenas 24 mantinham o atendimento normal aos clientes enquanto 245 estavam de portas fechadas.

Veja clip da música Vida de Bancário composta por funcionário do BB

O maior número de agências fechadas, 93, foi do BB; 63 do BRB; 53 da Caixa; 17 do Real; oito do Santander e seis do HSBC.

Vitória judicial

O Sindicato conseguiu na Justiça restabelecer o livre direito de greve dos bancários e impedir que a Caixa continuasse a agir de forma truculenta por meio de seguranças, proibindo os membros do Sindicato de, pacificamente, acessar o interior dos prédios do banco (Matriz I e II e agência Capital) para dialogar com os trabalhadores sobre a greve.

"Para nós é uma vitória, o mandato foi apresentado à empresa e já está sendo cumprido. Só esperamos não ter que ficar recorrendo à Justiça toda hora para garantirmos os nossos direitos", afirmou o secretário de Finanças do Sindicato, Raimundo Félix.

Vitória de mobilização

Os bancários respeitam a lei e não cessam sua mobilização. Foi o que ficou claro quando a polícia foi chamada pelo Itaú para evitar a ação de uma comissão de esclarecimento em frente à agência da quadra 706/707 Norte.

Quando chegaram e viram que nenhuma infração ocorria no local por parte dos grevistas os policias foram embora e a atividade continuou.

Fonte: Contraf-CUT