Sem resposta dos bancos, a greve nacional dos bancários chegou nesta terça-feira, dia 6 de outubro,ao seu 13º dia com novas adesões em todo o país. Segundo dados da Contraf-CUT, o total de agências fechadas em todos os 26 estados e no Distrito Federal chegou ontem a 7.054 unidades.

Os bancários deliberaram em assembleia realizada hoje, em frente a agência Século da Caixa Econômica Federal, na Praça Sete, às 12 horas, a continuidade da greve por tempo indeterminado.

Em seguida, saíram em passeata pelas principais ruas do Centro da Capital e pararam na agência do Banco Real na Praça Sete e do Banco do Brasil na rua Rio de Janeiro, onde fizeram um ato de protesto contra a enrolação dos banqueiros que até agora não apresentaram uma proposta justa para a categoria.

A Fenaban ainda não deu retorno ao Comando Nacional a respeito da reunião dos presidentes dos bancos, que seria realizada nesta última segunda-feira. Esse encontro foi anunciado pelos banqueiros na última rodada de negociação, realizada no dia 2 de outubro, quando os representantes dos banqueiros mais uma vez frustraram os trabalhadores ao não apresentarem nova proposta.

Nesta quarta-feira, dia 7 de outubro, às 12 horas, os bancários realizarão uma nova assembleia, em frente a agência Tupinambás da CAIXA, no Centro, para pressionar os banqueiros a realizarem uma nova negociação com uma proposta que atenda as reivindicações dos bancários.

Fonte: Seeb BH