Na quinta-feira, dia 8, numa assembleia bastante concorrida, mais de 500 bancários da Paraíba deliberaram pela aceitação da proposta e fim da greve nos bancos privados e pela rejeição da proposta e manutenção da greve no Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste do Brasil.

Na assembleia, durante a apreciação da proposta do BB, bancários que votaram pela manutenção da greve foram vítimas de assédio moral por parte de colegas de trabalho, inclusive gerentes de agências. O Sindicato vai tomar as medidas cabíveis. 

Fonte: Seeb Paraíba