greve_bnb_24092009.jpg

greve_bnb_24092009.jpg
A direção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) apresentou na quinta-feira, dia 8, à Comissão Nacional dos Funcionários uma proposta que não representa avanço para as questões consideradas fundamentais para o funcionalismo, tais como o Piso, o PCR e a Isonomia. No que se refere ao Reajuste, PLR e Benefícios, o banco condiciona sua proposta às limitações do DEST (departamento de controle das empresas estatais).

Diante disto, a Comissão Nacional dos Funcionários rejeitou de imediato a proposta do BNB, posição que foi reafirmada nas assembléias do funcionalismo, incluindo a de Alagoas. A greve no banco continua até que a direção apresente um formato que contemple a expectativa dos trabalhadores.

Confira a proposta rejeitada do BNB:

1. REAJUSTE SALARIAL: O BNB segue a Fenaban

 Reajuste de 6%, em todas as verbas e benefícios;

 A Diretoria se compromete a buscar junto aos órgãos controladores, considerando negociação em andamento com as entidades, autorização para aplicação do percentual de 3% na tabela de cargos, a partir de 1º de outubro, com a retomada da avaliação da proposta de revisão a partir de 1º de novembro de 2009 com conclusão em junho de 2010;

2. PLR 2009:

 O Banco do Nordeste segue a regra Fenaban quanto à PLR 2009, dentro dos limites legais constantes da Lei 10.101 e resolução nº 10 do DEST;

3. O Pagamento das diferenças salariais relativas ao mês de setembro será realizado até o dia 23/10/2009. A folha de pagamento do mês de outubro já será paga com o reajuste;

Novos valores dos benefícios:

 Auxílio Creche: R$ 207,95;

 Auxílio Dependente portador de necessidades especiais: R$ 228,11;

 Cesta Alimentação: R$ 289,31;

 13ª Cesta Alimentação: R$ 289,31;

 Auxílio Refeição: R$ 16,88 por cartão, totalizando R$ 371,36;

 Indenização por morte ou invalidez permanente em decorrência de

assalto: R$ 94.476,08 (valor do BNB é maior que o da convenção); e

 Auxílio Material Escolar: R$ 177,29 (para os funcionários admitidos até 22.03.1988);

 Auxílio Funeral: R$ 557,78;

Obs.: A diferença dos tickets dos meses de setembro e outubro, bem como a 13ª Cesta Alimentação, será entregue junto com os tickets de novembro.

4. Registre-se ainda que, por ato de gestão, outras concessões de interesse do funcionalismo foram consideradas:

 Bolsa Educação – Passa de R$ 332,15 para R$ 380,77 no caso de graduação;

 Diária – unificação da diária de treinamento com valor de R$ 120,00 e reajuste de 42,85% no valor da diária para o Grupo III com destino às cidades com população menor que 50 mil habitantes (Tabela II), saindo de R$ 70,00 para R$ 100,00 e conseqüente reajuste no valor da diária simplificada (de R$ 17,50 para R$ 25,00). Implantação a partir de jan/2010;

 Fundo Especial de Custeio a Saúde – formar comissão paritária para discussão para formação do fundo e regras de utilização;

 Conversão da função de GSN-Pronaf em Gerente de Negócios, a partir de 01 de setembro;

5. Licença Prêmio – a Diretoria do Banco do Nordeste se compromete a negociar com os órgãos controladores a extensão para todos os que tinham direito adquirido em jan/1997;

6. Os dias não trabalhados decorrentes da greve deste ano, não serão descontados e serão compensados, a partir da assinatura do Termo de Ajuste Preliminar:

 A compensação se dará a partir de assinatura de termo de compromisso pelo funcionário e por seu gestor;

 Serão compensadas 02 horas por dia útil, sendo computado a cada duas horas trabalhadas o equivalente a 03 (três) horas de compensação, com reflexo nos finais de semana;

 Assim, até 15/12/2009, serão compensados os dias parados, não havendo qualquer prejuízo na contagem de tempo funcional, quer para promoção, férias ou outros direitos.

 Serão respeitadas as férias já programadas na escala anual de férias, bem como afastamentos por motivos legais.

7. Esta proposta foi entregue à Comissão Nacional para apreciação na assembléia de ontem, 08/10, considerando o retorno dos funcionários ao trabalho a partir desta sexta sexta-feira, 09/10/2009.

Fonte: Seeb-AL, com Comissão Nacional dos Funcionários