Em assembléia no início da manhã desta terça-feira, dia 13, os funcionários do Banco do Brasil da base do Sindicato da Bahia decidiram aceitar a proposta de reajuste apresentada pela empresa e suspender a greve iniciada no dia 24 de setembro. O mesmo já havia acontecido nos bancos privados, com a volta ao trabalho na sexta-feira.

Já os empregados da Caixa e do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) continuam com as atividades paralisadas e fazem assembléia às 18h desta terça-feira, no Ginásio de Esportes do Sindicato, na Ladeira dos Aflitos, para avaliar o movimento.

Com data base em 1º de setembro, os bancários decidiram entrar em greve no dia 24 de setembro, em consequência da falta de acordo com os bancos, que após cinco rodadas de negociação, apresentaram proposta de apenas 4,5% de reajuste salarial e diminuição da participação nos lucros e resultados.

Uma nova proposta foi apresentada na última quarta-feira, elevando o reajuste para 6%, além de oferecer uma participação nos lucros melhor do que a acordada na campanha salarial do ano passado.

Fonte: Seeb Bahia