Crédito: Seeb MT
Seeb MT
Os empregados da Caixa Econômica Federal votaram pela manutenção da greve por tempo indeterminado. A assembleia representativa que avaliou a proposta da Caixa como insuficiente, aconteceu na quarta-feira (14) no auditório do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso. Após votação, os trabalhadores decidiram realizar um ato em frente a agência Caixa da Miguel Sutil nesta quinta-feira (15), às 10 horas, para reivindicar propostas que atendam a categoria e cobrar do Banco respeito aos trabalhadores.

"Continuaremos em greve até que o banco valorize os seus empregados. No protesto desta quinta-feira, os trabalhadores usarão fita preta no braço para cobrar da Caixa propostas dignas. Estamos unidos e firmes na greve para garantirmos a Campanha Salarial dos empregados da Caixa", afirmou o diretor do Sindicato e funcionário da Caixa, John Gordon.

A última proposta apresentada pela Caixa na terça-feira (13) não contemplou as reivindicações, pois apresentou uma regra própria para a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) que seria paga alternativamente à regra da Fenaban, além de apresentar proposta insuficiente a itens importantes, como isonomia e valorização salarial.

Os trabalhadores da Caixa avaliaram que as propostas melhoraram, porém não atendem questões específicas como mais contratações para resolver o problema de excesso de trabalho dos funcionários. "A Caixa propôs a contratação de 3 mil novos empregados, mas sabemos que o Banco necessita de muito mais trabalhadores para atender a população que merece bom atendimento e menos filas", completou.

Fonte: Seeb MT