Crédito: Seeb Santos
Seeb Santos Os bancários de Santos e Região, organizados pelo Sindicato dos bancários de Santos, paralisaram todas as unidades do HSBC nesta terça 20, em protesto contra o rebaixamento da PLR que a diretoria do banco propõe pagar aos funcionários.

A administração do banco tenta impor uma PLR menor que a regra Fenaban de 54% do salário + R$ 1.024 totais fixos em duas vezes e 2% de adicional. Já o HSBC quer pagar 38% do salário + R$ 908 totais fixos em duas vezes + adicional de 2% equivalente a R$ 209.

Segundo os números que o próprio HSBC lançou no balanço, o lucro foi de cerca de R$ 2,1 bilhões no primeiro semestre, porém quase R$ 1,9 bilhão desse montante o banco afirma que deixou provisionado para despesas que possam vir a ocorrer. Assim, o lucro líquido que foi publicado caiu para R$ 249,761 milhões.

"Eles estão maquiando os lucros para não pagar a PLR correta todo o ano eles tentam enfiar a mão no bolso do trabalhador", diz Regina Ornelas, diretora do Sindicato de Santos e Região e funcionária do banco. A negociação iniciada nesta terça foi adiada para dia 22/10, quinta-feira.

Fonte: Seeb Santos