O Banrisul divulgou nesta quarta-feira, dia 10, balanço do exercício de 2009 com lucro líquido de R$ 541,1 milhões, representando um crescimento de 7,2% ou R$ 36,4 milhões acima do resultado recorrente registrado no ano anterior.

Com isso, o banco creditou a diferença de R$ 425,36 de adicional de Participação nos Lucros e Resultados (PLR) referente à distribuição de 2% lucro líquido de forma linear entre todos os funcionários. A regra básica (90% do salário mais R$ 1.024 com teto de R$ 6.680) e uma antecipação de adicional da PLR já haviam sido pagos em outubro do ano passado.

Além da PLR, o Banrisul também efetuou o pagamento de um prêmio de recuperação de créditos em liquidação, no valor de 10% do salário para cada funcionário. "Agora estamos gestionando junto à direção do banco a extensão desse prêmio para os empregados que se encontram afastados por problemas de saúde", afirma o funcionário do Banrisul e diretor da Federação dos Bancários do RS, Carlos Augusto Rocha.

Os números do balanço

A margem financeira somou R$ 2,5 bilhões em 2009, 28,5% ou R$ 563,5 milhões acima do montante gerado no ano anterior. O resultado operacional no período foi de R$ 853,3 milhões, um acréscimo de 21,2% em relação a 2008.

O patrimônio líquido do Banrisul atingiu R$ 3,4 bilhões em dezembro de 2009, apresentando crescimento de 10,7% em relação a 2008. A rentabilidade sobre o patrimônio líquido médio alcançou 16,7% em 2009.

Os ativos totais apresentaram, em 2009, saldo de R$29,1 bilhões, 15,4% acima do registrado em 2008.

A carteira de crédito atingiu a marca de R$ 13,4 bilhões em dezembro de 2009, montante que ultrapassa em 17,1% a posição alcançada em dezembro de 2008. As operações direcionadas à pessoa física totalizaram R$ 5,4 bilhões, com incremento de 38,1% em 12 meses. No segmento pessoa jurídica, o saldo das operações alcançou R$4,7 bilhões, com aumento de 3,7%.

Avaliações

"O lucro divulgado mostra a viabilidade de uma empresa pública diante da grande concorrência no sistema financeiro nacional, como também deixa claro as totais condições que o Banrisul tem de continuar melhorando e discutindo as demandas internas dos trabalhadores", analisou o funcionário do Banrisul e secretário-geral do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, Fábio Soares Alves.

O presidente do Banrisul, Fernando Lemos, salientou que o banco alcançou um desempenho muito positivo. "Foi o melhor resultado da história da instituição, mesmo num ano de crise. Graças à confiança dos nossos correntistas, à capacidade de gestão, à governança corporativa e ao gerenciamento competente e qualificado dos funcionários do Banrisul", avaliou.

Lemos observou também que o Banrisul, neste ano, será o oitavo maior banco brasileiro. "É com responsabilidade que trabalhamos com uma gestão cada vez mais técnica, eficiente e voltada para prestação de serviços, desenvolvimento da comunidade e da economia do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, onde já temos uma posição bastante expressiva". Para 2010, adianta o executivo, haverá forte investimento na reestruturação da área de cartões de crédito, débito e na Rede Banricompras.

Fonte: Contraf-CUT com SindBancários e Banrisul