O banco BNP Paribas, maior listado em bolsa de valores da França, assumiu provisões para dívidas de difícil recuperação menores do que o esperado no quarto trimestre, encerrando o período com lucro acima das estimativas. A instituição afirmou que as provisões vão se manter em baixa em 2010. O resultado do trimestre passado é maior que o período imediatamente anterior e marca virada ante um grande prejuízo registrado um ano antes.

O lucro líquido subiu 4,6%, para ? 1,365 bilhão (US$ 1,9 bilhão), também apoiado em resultado maior na área de banco de investimento e pela aquisição de ativos do banco Fortis. A receita ficou ligeiramente abaixo do previsto, em ? 10,06 bilhões.

O presidente-executivo, Baudouin Prot, afirmou que espera que o custo de risco caia este ano e que o BNP tem uma exposição relativamente pequena aos problemas da economia da Grécia. O rival Société Générale divulga seus números hoje, enquanto o Crédit Agricole e o BPCE publicam balanços na próxima semana.

Os bancos divulgaram até agora resultados que apontam para lados diferentes, com lucros maiores do Barclays, Credit Suisse e J.P. Morgan contrastando com prejuízos do Citigroup e Bank of America e retiradas de recursos de clientes no UBS.

 
Fonte:  Reuters / Sudip Kar-Gupta, de Paris