As instituições financeiras ocupam quatro das dez primeiras posições no ranking de reclamações do Procon-SP. A pesquisa que será divulgada nesta sexta, 12 de março, pela fundação de proteção e defesa do consumidor foi antecipada pela jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna, no Jornal Folha de São Paulo.

Juntos, Itaú (segundo lugar), Bradesco (sétimo), Unibanco (oitavo) e o banco Ibi (nono) somam 3.849 manifestações de consumidores insatisfeitos que reclamaram em 2009.

A Febraban, federação que representa os bancos, não se manifesta.

Fonte: Contraf-CUT, com Folha de São Paulo