marcha_das_mulheres.jpg

Crédito: Dino Santos

marcha_das_mulheres.jpg
A Marcha das Mulheres, realizada em São Paulo e iniciada em Campinas, avança nesta terça, 16 de março, pelo interior do Estado, e chega até a cidade de Perus, exigindo igualdade de oportunidades e a capacidade de todos em respeitar as diferenças. A Contraf-CUT está representada pela secretária de políticas sociais, Deise Recoaro.

Com o apoio do carro de som, a mobilização que conta com a adesão de cerca de 2.000 mulheres, segue pela Rodovia Anhanguera, em fila dupla e acostamento. "Estamos em frente à Natura, empresa de cosméticos que emprega mão de obra feminina para dizer que as mulheres precisam ser valorizadas, que não somos mercadoria e também para reafirmarmos que a nossa luta acontece todos os dias", afirma Deise Recoaro.

Debate

No período da tarde, a Marcha das Mulheres terá encontro com a filha de Che Guevara, Aleida Guevara, para debater a luta pela transformação da sociedade, sob o tema ‘Paz e Desmilitarização’. Local: Rodovia Anhanguera, Km 25,5 s/n – São Paulo – F: 11- 3916-6200/ 3911-0191.

Programação

A 3ª Marcha Mundial das Mulheres seguirá para Osasco na quarta 17 e será encerrada com ato público na quinta-feira, 18 de março, no estádio do Pacaembú. Rua Capivari, 213, São Paulo.

"Convocamos todos os cutistas dos sindicatos e federações para participar do ato de encerramento dessa mobilização que marca os 10 anos da Marcha Mundial das Mulheres e os 100 anos do Dia Internacional das Mulheres", finaliza Deise Recoaro.

Fonte: Contraf-CUT