Crédito: Augusto Coelho
Augusto Coelho
Após um dia inteiro de debates no sábado, que começou com análise de conjuntura nacional na parte da manhã e terminou com discussões em grupos temáticos à tarde e à noite, o 22º Congresso dos Funcionários do Banco do Brasil e o 27º Congresso dos Empregados da Caixa aprovam em plenárias finais (separadas) neste domingo 10 as pautas específicas dos trabalhadores dos dois bancos federais para a Campanha Nacional dos Bancários de 2011.

Participam dos dois congressos, que estão sendo realizados em São Paulo, 755 delegados e observadores (338 do BB e 417 da Caixa) de todo o país. "Estamos cumprindo uma etapa importante do processo democrático de construção da campanha nacional deste ano, na qual os bancários do BB e da Caixa terão certamente papel destacado na mobilização da categoria rumo a novas conquistas", afirma Marcel Barros, secretário-geral da Contraf-CUT.

Clique aqui para saber como foi a abertura conjunta dos dois congressos, no sábado de manhã. E aqui para ler sobre a discussão de conjuntura nacional com o deputado federal Ricardo Berzoini (PT-SP).

À tarde e à noite os delegados reuniram-se em quadro grupos cada um dos bancos federais. No Banco do Brasil, os temas foram divididos em remuneração e jornada, saúde, previdência e banco público. Os empregados da Caixa debateram (1) saúde do trabalhador, condições de trabalho e Saúde Caixa; (2) Funcef e aposentados; (3) segurança bancária e correspondente bancário; e (4) jornada, Sipon, isonomia e conselho de representantes.

Veja abaixo como foram as discussões nos grupos.

22º Congresso do BB

> Bancários querem denunciar BB à OIT por desmonte da categoria

> Congresso dos funcionários do BB quer fim do voto de minerva na Previ

> Bancários do BB querem piso do Dieese e combate aos descomissionamentos

27º Conecef

> Fim do voto de Minerva é um dos destaques nos debates sobre a Funcef

> Bancários querem fim do assédio moral e mais credenciamentos no Saúde Caixa

> Empregados discutem carreira, jornada, isonomia e Sipon no 27º Conecef

> Luta contra resoluções do BC sobre correspondente deve ser permanente

> Empregados da Caixa reafirmam reivindicações sobre segurança bancária

Rede de Comunicação dos Bancários