Bancários do Rio de Janeiro e do Espírito Santo realizaram no sábado (16), em Niterói, a 13ª Conferência Interestadual. O presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, destacou a importância do encontro. "As conferências regionais têm um papel fundamental pois refletem a vontade dos bancários de cada região. As propostas debatidas serão levadas à Conferência Nacional. É um processo extremamente democrático que fortalece a mobilização e a unidade da categoria", disse.

O presidente do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro, Almir Aguiar, lembrou que no Rio o Sindicato ouviu os bancários por meio da consulta nacional e de atividades nos locais de trabalho. "Realizamos várias caravanas para saber quais são os anseios da categoria e debater com os bancários os principais eixos que serão discutidos nesta Conferência Interestadual", afirma.

Participaram da Conferência Interestadual representantes de 13 sindicatos, sendo 12 do Estado do Rio e um do Espírito Santo. Na abertura do evento houve uma apresentação de metais dos músicos demitidos arbitrariamente da Orquestra Sinfônica Brasileira e logo em seguida aconteceu a mesa da conferência, com a participação de parlamentares e dirigentes de centrais sindicais, da Contraf-CUT, da Federação dos Bancários RJ/ES e dos sindicatos a ela filiados.

"Na prática, o Sindicato do Rio antecipou a campanha salarial, com caravanas, paralisações e atos públicos. O encontro interestadual é fundamental para o fortalecimento da unidade nacional da categoria e representa a posição dos bancários do Rio de Janeiro e do Espírito Santo para a 13ª Conferência Nacional", disse Aguiar.

Programação

A programação inclui a análise de conjuntura nacional, feita pelos técnicos do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos), Cloviomar Cararine e Carolina Gagliano. O diretor da Federação Edilson Cerqueira e o presidente do Sindicato farão palestra sobre saúde do trabalhador. Ainda pela manhã haverá um painel sobre correspondentes bancários, a cargo do diretor da Federação Paulo Garcez e do secretário de Organização da Contraf-CUT, Miguel Pereira.

À tarde, a diretora para questões da Mulher da Federação, Iraciny da Veiga, o presidente do Sindicato, Almir Aguiar, e a secretária de Políticas Sociais da Contraf-CUT, Deise Recoraro, apresentaram o caderno "Construindo a Igualdade de Oportunidades", editado pela Confederação.Depois foi  lido um manifesto em defesa do meio ambiente e iniciado o debate sobre a campanha salarial. As palestras vão servir de subsídio para a elaboração das propostas que serão enviadas à Conferência Nacional dos Bancários, que acontece entre os dias 29 e 31 de julho em São Paulo.

O evento será transmitido ao vivo pelo site www.bancariosrio.org.br e no facebook do Sindicato.

Fonte: Seeb Rio de Janeiro