Os bancários da Bahia e Sergipe estão se preparando para o principal evento que antecede a Campanha Nacional. A Conferência Interestadual acontece neste sábado e domingo, dias 23 e 24, no hotel Sol Victória Marina, Corredor da Vitória, em Salvador.

As discussões, abertas a todos trabalhadores da base, definem as estratégias e as principais reivindicações, que serão levadas para a 13ª Conferência Nacional dos Bancários, a ser realizada nos dias 29, 30 e 31 de julho, em São Paulo.

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), a inflação entre 1º de setembro de 2010 e 1º de setembro de 2011, data-base dos bancários, deve girar em torno de 7,5%.

Além de aumento real, a categoria vai exigir ainda a valorização do piso, o fim das metas e do assédio moral, garantia de emprego e o combate à terceirização. Outro ponto fundamental é a segurança. Os índices de ataques a bancos no Brasil são alarmantes. No primeiro semestre, foram 838 ocorrências. A Bahia ocupa o segundo lugar, com 61 casos.

O assunto, inclusive, tem sido discutido amplamente pelo Sindicato dos Bancários da Bahia. Em fevereiro, a entidade realizou, de forma inédita, um grande seminário de segurança para cobrar dos bancos e também do governo medidas eficazes para proteger trabalhadores e clientes.

O presidente do Sindicato da Bahia, Euclides Fagundes, ressalta a importância dos debates e da participação da categoria na construção de uma pauta de reivindicações que garanta melhorias para o conjunto da sociedade. "É hora de os bancários ampliarem a mobilização para buscar avanços nas negociações".

PROGRAMAÇÃO

Sábado

8h – Credenciamento
9h – Abertura

10h – Mesa 01
Conjuntura – Marcos Verlaine (Assessor Parlamentar do DIAP)
Sistema Financeiro Nacional – Eduardo Navarro (CTB Nacional)

11h30 – Mesa 02
Campanha Salarial – Emanoel Souza (FEEB-BA/SE)
Representantes da Contraf-CUT e Contec

14h – Mesa 03
Apresentação sobre o Trabalho Decente – Everaldo Augusto
Terceirização – José Antônio
15h – Mesa 04
Saúde e Condições de Trabalho – Fernando Dantas e José Barberino
Segurança – Adelmo Andrade

16h – Intervalo

16h30 – Mesa 05
Emprego / Remuneração e Pesquisa – Adriano Jonas (assessor sócio-econômico do SBBA)
Bancos Públicos – Olivan Faustino, Augusto Vasconcelos, Chiquinho Galindo

Domingo

9h – Plenária
11h – Eleição dos delegados
12h30 – Almoço e confraternização

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Bahia