Bancários arrancam proposta do BRB com avanços Na quinta rodada de negociação com a Contraf-CUT e o Sindicato dos Bancários de Brasília, realizada nesta segunda-feira (26), o Banco Regional de Brasília (BRB) apresentou contraproposta de reajuste salarial de 13% nos pisos de VP, extensivos aos CP/VPs, anuênios e quinquênios, além de reajuste geral de 8,5% sobre as demais verbas. A Contraf-CUT foi representada pelo secretário-geral Marcel Barros.

Nos conjuntos de ticket e cesta-alimentação, os valores passam de R$ 795,96 para R$ 900, equiparando a cesta à proposta nacional da Fenaban.

Em relação à reivindicação de revisão dos juros do cheque especial dos funcionários, a proposta foi positiva, passando de 4,6% para 3,8%, mantendo a quantidade de saques e transferências isentas, extensivas aos aposentados.

O BRB também acatou a cláusula de redução da jornada em 1 hora para as mães, desde o sexto mês de nascimento até um ano, visando alongar e facilitar a amamentação. Segundo a diretora do Sindicato, Cida Sousa, a conquista é muito importante. "Existem estudos que comprovam que a presença da mãe mais tempo com filho é benéfico para os dois".

PCCR

O banco firmou compromisso de equacionar a questão da 7ª e 8ª horas até o PCCR, que será implantado em janeiro de 2012 com impacto financeiro retroativo a setembro de 2011. Na mesma data serão antecipadas as questões específicas relativas aos auxiliares e assistentes administrativos.

Em relação aos assistentes de negócios, o BRB propôs a criação de uma nova função gerencial com valorização salarial de jornada de 8 horas como forma de resolver a questão.

O secretário-geral do Sindicato, André Nepomuceno, avaliou como positiva a negociação. "A proposta é positiva e avançamos significativamente. Agora, submeteremos o resultado da reunião à apreciação dos funcionários do BRB em assembleia que será realizada logo mais".

"É importante a presença de todos os funcionários do banco, sem exceção, na assembleia de hoje, para deliberar sobre a proposta específica do BRB", diz o diretor do Sindicato, Cristiano Severo.

Mais detalhamentos em relação à proposta serão apresentados na assembleia, que ocorre daqui a pouco, às 18h30, na Praça do Cebolão, no Setor Bancário Sul.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Brasília