As remessas de lucros e dividendos de empresas estrangeiras instaladas no Brasil dobraram em agosto deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado. De acordo com dados do Banco Central, elas somaram US$ 5,1 bilhões (já descontadas as receitas obtidas no período) contra US$ 2,5 bilhões em agosto de 2010.

No acumulado do ano, essas remessas já chegam US$ 25,699 bilhões, o maior fluxo acumulado desde 1947, quando o BC começou a calcular este dado.

Em setembro, até o dia 23, as remessas de lucros e dividendos estão em US$ 1,023 bilhão.

"O BC tem observado um fluxo significativo de remessas, já que o estoque de investimentos tem crescido de maneira robusta associada a continuidade do crescimento da economia", disse.

Segundo ele, a maior parte das remessas é decorrente dos investimentos estrangeiros diretos no país (US$ 3,6 bilhões no mês de agosto). O restante é devido aos investimentos em carteira.

Fonte: Folha.com