Crédito: Seeb Porto Alegre
Seeb Porto Alegre
Mobilização dos trabalhadores cobra propostas decentes dos patrões

Mais de 500 trabalhadores percorreram as ruas do Centro de Porto Alegre na terça-feira, dia 27, em um ato que juntou os bancários e os funcionários dos Correios, em greve há mais de duas semanas. Aos gritos de "não tem história, é greve até a vitória" e "não negociou, o trabalhador parou", os manifestantes saíram do prédio da estatal, na rua Siqueira Campos, e terminaram a caminhada na Esquina Democrática.

Todos saudaram a solidariedade entre as duas categorias. "Esse mobilização conjunta serve para dar um recado. Os trabalhadores não aceitam que os patrões se escondam atrás de uma pseudo crise e estão juntos, fortes, na rua, mostrando toda sua insatisfação com esses reajustes que não condizem com a atual situação econômica do Brasil", afirmou o presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre (SindBancários), Mauro Salles.

O diretor de Comunicação do SindBancários, Everton Gimenis, lembrou que os trabalhadores só conseguirão arrancar uma proposta decente com muita força e mobilização. "Não existe patrão que conceda um reajuste expressivo ou amplie os direitos dos funcionários sem que uma categoria faça uma forte mobilização", explicou.

Calendário de mobilização

Dia 29 – Passeatão dos Bancários
Dia 29 – Assembleia de mobilização

Fonte: Seeb Porto Alegre