Crédito: Agência Senado

Agência Senado O senador Paulo Paim (PT-RS) foi à tribuna do Plenário, nesta sexta-feira (7), para defender bancários, funcionários dos Correios, metalúrgicos, professores estaduais e outras categorias em greve em todo o país. O senador, que disse considerar as paralisações justas, fez um apelo aos gestores do setor público e aos empregadores da iniciativa privada a fim de que se sentem à mesa para negociar:
 

– Não adianta o governo querer criminalizar os movimentos e dizer que prende e arrebenta.É preciso dialogar com espírito desarmado. Ninguém gosta de fazer greve; é um recurso usado em último caso – afirmou.

Paulo Paim lembrou que é autor dos projetos de lei (PLS 83/07 e PLS 84/07), que regulamentam o direito de greve, e pediu aos colegas que ajudem na aprovação das matérias o mais rápido possível.

– Ao contrário do que muitos pensam, regulamentar não é proibir. A intenção desses projetos é garantir a todos os trabalhadores, inclusive aos servidores públicos, o direito previsto pela Constituição – explicou.

Fonte: Agência Senado