greve_10102011_santander.jpg
greve_10102011_santander.jpg
Nesta segunda-feira (10), a greve dos bancários na Paraíba completou 14 dias e continua muito forte, mesmo com os "interditos proibitórios" concedidos a bancos como Bradesco eSantander, que usaram a força policial para tentar frear o movimento pacífico da categoria.

Com base em uma malfadada reunião convocada pelo Procon Estadual da Paraíba, na última sexta-feira (7), alguns bancos dirtorceram as informações e anuciaram que a greve havia acabado no Bradesco e Santander, a partir desta segunda feira. O que não corresponde à verdade dos fatos, pois a greve continua firme e forte, mesmo os bancos utilizando o artifício dos "interditos" e a força policial para tentar amedrontar os bancários.  
 
No 14º dia da greve nacional dos bancários, em nossa base contabilizamos 105 agências bancárias fechadas, sendo: 42 do Banco do Brasil, 18 da Caixa, 14 do Santander, 11 do Itaú, 10 do Bradesco, 8 do BNB e 2 do HSBC. 
 
Para Marcelo Alves, secretário geral do Sindicato dos Bancários da Paraíba, os bancários querem apenas um emprego decente.  "Enquanto os banqueiros não saírem com uma proposta decente a nossa greve vai continuar forte, porque os bancários não aceitam o silêncio como resposta às suas reivindicações", concluiu.