jose_cardoso_bnb.jpg
jose_cardoso_bnb.jpgNa assembleia desta segunda-feira, 17 de outubro, no ginásio de esportes do Sindicato dos Bancários da Paraíba, o funcionário do Banco do Nordeste José Cardoso, mostrou de forma poética toda sua indignação contra a proposta rebaixada do banco estatal. veja…


DIREITO DE GREVE

              José Cardoso

Essa greve é um direito
Do qual nós podemos usar
Podemos participar
Porque é o único jeito
De corrigir o defeito
Que vem matando o bancário
Só aumentando o salário
É que podemos viver
Eles precisam saber
Que vivemos num calvário

Ou nós recebemos aumento
Ou paramos tudo agora
Já está chegada a hora
De fazermos o movimento
É muito pouco por cento
Para viver como gente
Não há santo que aguente
Trabalhar ganhando pouco
Sem sair desse sufoco
Sem poder seguir em frente

É triste a realidade
Do bancário que peleja
O pouco que ele deseja
É fazer ver a verdade
À nossa sociedade
Que não sabe o que sofremos
Só nós mesmos é que sabemos
O que estamos a passar
Não pode continuar
Desse jeito nós morremos

O salário defasado
Há muito saiu do trilho
Não existe mais gatilho
Cada vez mais acabado
Está quase congelado
Que nós saímos perdendo
Mas agora estamos vendo
A desgraça do bancário
Que com tão baixo salário
Há muito vive sofrendo

O bancário em nossos dias
Não sabe o que é dinheiro
Só dar mesmo pro banqueiro
Que vive de  mordomias
Do bancário, as alegrias
Já não restam quase nada
Numa vida amargurada
Por isso é que ele se atreve
A participar da greve
A decisão acertada

A crise nós conhecemos
Sabemos as dificuldades
Nós conhecemos as verdades
Tudo isso nós sabemos
Mas o pouco que queremos
É o que temos direito
Mais apoio, mas respeito
O roubo não aceitamos
Por isso é que protestamos
Sem querer tirar proveito

O bancário é obrigado
Fazer o tal movimento
Precisamos do aumento
No salário defasado
Muito conscientizado
O bancário está agora
Mas está chegada a hora
De brigar pelo que é nosso
Não vamos cair no fosso
Da desgraça e da piora

Vamos unidos lutar
Não vamos ficar parados
Porque estamos cansados
Não digo de trabalhar
Mas é de tanto esperar
O tão almejado aumento
Mas nós temos o instrumento
Pra mudar essa jogada
A greve está decretada
A partir deste momento.