Os bancos de Nova Odessa, no interior de São Paulo, serão obrigados a oferecer guarda-volumes gratuitamente aos clientes, segundo lei de autoria do vereador Angelo Réstio, o Nenê Réstio (PSD) e sancionada pelo prefeito Manoel Samartin (PDT). Os estabelecimentos têm até 180 dias para se adequar às exigências.

De acordo com a nova legislação, os bancos deverão implantar o serviço em uma área anterior às portas que possuem dispositivo de alarme com detector de metais.

A medida visa garantir mais segurança e comodidade aos clientes que optarem por não levar seus pertences até o atendimento pessoal bancário.

Para Evaldo Souza, 37, farmacêutico, o guarda-volumes será uma nova forma de evitar problemas nas portas com alarme. "Acho interessante que os bancos ofereçam essa opção. Eu mesmo já passei por constrangimentos quando tentei passar em portas giratórias", afirmou.

O serviço já é oferecido em estabelecimentos bancários de outros municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

A lei prevê ainda a fiscalização dos estabelecimentos bancários por conta da prefeitura.

No caso do não-cumprimento, os bancos ficarão sujeitos a penalidades que variam entre advertência, multa e até a suspensão do alvará de funcionamento.

Fonte: Todo Dia – Campinas/SP