quinta-feira, dezembro 12, 2019
Home > Notícias do Sindicato > Bancário Rodrigo Britto toma posse na presidência da CUT de Brasília

Bancário Rodrigo Britto toma posse na presidência da CUT de Brasília

Crédito: Seeb Brasília
Seeb Brasília
Posse festiva no auditório do Sindicato dos Bancários de Brasília

Mais de 400 pessoas – entre dirigentes sindicais, secretários do GDF e parlamentares – participaram da posse da nova diretoria da CUT-DF, na noite de quarta-feira (27), na sede do Sindicato dos Bancários de Brasília.

Em um ambiente descontraído, o ato foi marcado por música e diversão. Coube ao humorista Marquinhos Candango dar as boas-vindas aos convidados. Com muita irreverência, Marquinhos passeou por diversos tipos que habitam o DF. Imitou desde dondocas do Lago Sul na "pipoca" de um trio elétrico até figuras carimbadas da política local.

Entre uma brincadeira e outra, o humorista, imitando o ex-presidente Lula, falou sério sobre a eleição de Rodrigo Britto para a presidência da Central. "A diferença vai ser certa. A CUT merece uma salva de palmas", disse. E foi atendido com entusiasmo.

Na sequência, o grupo musical Liga Tripa, que fez a festa em Brasília no início dos anos 80, veio de toada, baião e até frevo. O grupo chegou cantando e tocando em volta do palco e a turma foi atrás. Música de qualidade e alegria na medida certa.

Um vídeo resgatou a história da CUT-DF, rememorando a construção da Central sob a ótica de parentes e pessoas próximas aos seus protagonistas. Um por um, todos os oito ex-presidentes e presidentas da Central foram homenageados nas palavras de companheiros de luta e familiares. Os ex-dirigentes da CUT-DF também receberam uma placa comemorativa.

"Tive a sorte de ver a CUT nascer. E deu certo, apesar dos muitos temores. A CUT é exemplo, referência não apenas para o Brasil, mas para o mundo todo como modelo de organização dos trabalhadores", enfatizou o ex-presidente José Eudes.

Após as homenagens, os membros da nova diretoria foram chamados ao palco. O presidente da CUT-DF, Rodrigo Britto, agradeceu a gestão que se encerrou, reforçando o que baliza a Central.

"O que nos marca, e sempre nos marcou, é a liberdade, a autonomia sindical e a solidariedade de classe. Estaremos nos próximos três anos na luta ao lado dos trabalhadores do DF", enfatizou.

Para saber mais

A nova diretoria é composta por 42 membros, que representam as diversas categorias de trabalhadores do DF. Dos dirigentes, 14 são da diretoria executiva, 22 da direção estadual e seis do Conselho Fiscal – três deles são suplentes.

Todos foram eleitos no 12º CECUT-DF, em chapa única, o que reforça a unidade construída em torno da Central e seus princípios ao longo do tempo.

Fonte: Seeb Brasília