mppb_bancos_200912.jpg
mppb_bancos_200912.jpgA Promotoria do Consumidor de João Pessoa está recomendando aos clientes que se sentirem prejudicados com a greve nos bancos para fazerem o registro nos Procons. Nesta quinta-feira (20), os promotores Glauberto Bezerra e Priscylla Morais realizaram uma audiência com os gerentes dos bancos Bradesco, Banco do Brasil, Itaú, Banco do Nordeste e HSBC e representantes dos Procons Estadual e Municipal.
 

De acordo com o promotor de Justiça, Glauberto Bezerra, o objetivo da reunião foi garantir a proteção do consumidor para prevenir problemas como ausência de envelope para depósito e abastecimento dos caixas eletrônicos. Ele informou que alguns bancos à não estão disponibilizando a opção de depósito nas agências.

“Se o cliente se sentir prejudicado por causa da impossibilidade de realizar o depósito deve fazer o registro nos Procons. Esse registro é importante para que os órgãos de defesa do consumidor, entre eles a Promotoria, tomem as devidas providências”, explicou.

O consultor jurídico do Procon Estadual, Rafael Lopes, orientou que os clientes que têm pagamentos agendados, como débito automático, procurem outras opções e entrem em contato com as operadoras de cartão de crédito desabilitando o débito.

Após a greve, se o cliente tiver problemas com taxas, tarifas bancárias, juros e o nome negativado no Serasa ou SPC, tem o direito de pedir a correção administrativa na sua agência.

 Fonrte: Ministério Público da Paraíba