Crédito: Seeb Ceará
Seeb Ceará
Sindicato repudia mensagens do banco para que bancários furem a greve

O Sindicato dos Bancários do Ceará repudia a prática antissindical cometida pelo Itaú em Fortaleza. O banco está fazendo um verdadeiro terrorismo junto aos funcionários através da GSO de Fortaleza, inclusive incitando os bancários a confrontar com o Sindicato.

De acordo com denúncias recebidas pelos diretores da entidade, o Itaú está ameaçando os bancários, via GSO Fortaleza, mandando mensagens terroristas, chantageando os funcionários e incentivando-os a furar a greve. As mensagens incitam os bancários a confrontarem o Sindicato para entrar nas agências e trabalhar.

"O Sindicato dos Bancários repudia essa pressão do Itaú e considera essas práticas antissindicais e abomináveis. A greve é um instrumento legítimo de pressão que o trabalhador usa para conquistar suas reivindicações, que são legítimas", explica Ribamar Pacheco, diretor do Sindicato.

"Depois de várias tentativas de negociação com os banqueiros, onde o processo estancou pela intransigência dos mesmos, foi necessária sua utilização, e não aceitamos, em hipótese alguma, que diretores dos bancos usem dessa prática criminosa tendo como objetivo enfraquecer nossa greve", aponta o dirigente sindical.

Atualizada às 16h30 de 21.09.2012

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Ceará