sábado, outubro 19, 2019
Home > Notícias do Sindicato > Contraf-CUT pede audiência ao governo para discutir pagamentos móveis

Contraf-CUT pede audiência ao governo para discutir pagamentos móveis

pagando-com-o-seu-celular

pagando-com-o-seu-celularA Contraf-CUT enviou ofício ao secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho, solicitando audiência para discutir a Medida Provisória (MP) 615, que regula o modelo de pagamentos móveis no Brasil. O Banco Central tem 180 dias a partir da edição da MP, feita pelo governo federal no dia 17 de maio último, para publicar as normas regulatórias do sistema de pagamentos por intermédio dos celulares.

“Essa MP traz impactos profundos na organização e na divisão do trabalho bancário, no nível de emprego da categoria e na relação com a sociedade, podendo aumentar ainda mais a precarização de todos esses aspectos. Por isso queremos discutir o tema com o governo”, explica Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT.

“Queremos também protestar pela forma unilateral com que o governo editou uma medida provisória com tão graves implicações, sem discutir com os bancários, em um momento em que os bancos, apesar dos lucros crescentes, continuam cortando empregos e precarizando o trabalho”, acrescenta Carlos Cordeiro.

Fonte: Contraf-CUT