sábado, dezembro 7, 2019
Home > Notícias do Sindicato > Bancários do Brasil enviam mensagens de apoio à greve dos colegas na Itália

Bancários do Brasil enviam mensagens de apoio à greve dos colegas na Itália

A Contraf-CUT está solicitando aos bancários brasileiros, assim como para as federações e os sindicatos, para que enviem mensagens de apoio à greve dos bancários italianos, a ser realizada nesta quinta-feira (31) contra a suspensão unilateral pelos bancos do acordo coletivo nacional, assinado em janeiro de 2012 com validade até junho de 2014. Trata-se de uma campanha internacional de solidariedade, organizada pela UNI Finanças, que representa 3 milhões de trabalhadores do setor financeiro em todo mundo.

“Diante dessa medida unilateral, existe um grave risco de que o setor financeiro da Itália fique sem acordo coletivo nacional no futuro, algo inaceitável para um dos países mais desenvolvidos do mundo”, afirma o chefe mundial da UNI Finanças, Márcio Monzane.

Clique aqui para ler o comunicado da UNI (em italiano).

Para ele, trata-se de um claro ataque aos direitos dos trabalhadores e a um sistema frutífero de relações de trabalho, que tem evitado um grande impacto social nas condições dos trabalhadores e tem gerado bons níveis de emprego nos últimos anos. “A Itália sempre tem apresentado uma trajetória de boas relações de trabalho, sendo um ponto de referência para ajudar o movimento sindical a estabelecer negociações coletivas positivas”, destaca o dirigente da UNI, sindicato global ao qual é filiado a Contraf-CUT.

“O setor financeiro da Itália deve estabelecer um programa para envolver as empresas para a economia real, reduzir o pagamento de bônus aos seus executivos (que não conseguiram fazer a imagem do setor se recuperar), aumentar o apoio à produção e organizar as vendas de produtos e o assessoramento em função das necessidades dos consumidores, evitando colocar pressão sobre os trabalhadores para que alcancem os objetivos, um sistema que já provou não ser capaz de garantir um futuro sustentável para os bancos”, salienta o chefe mundial da UNI Finanças.

Todo apoio e solidariedade aos bancários italianos

“Orientamos o envio de mensagens de solidariedade para o correio eletrônico criado pela UNI, a fim de registrar todo o apoio dos bancários brasileiros contra essa agressão aos direitos dos colegas italianos, que têm sido importantes parceiros de luta dos bancários brasileiros”, salienta o presidente da Contraf-CUT e da UNI Américas Finanças, Carlos Cordeiro. Na mensagem, basta informar nome, entidade e endereço eletrônico.

Clique aqui para enviar uma mensagem e participar da campanha da UNI.

“Com a greve, os bancários italianos darão uma resposta à altura ao profundo descaso da associação dos bancos da Itália”, reforça o secretário de Relações Internacionais da Contraf-CUT, Mário Raia. “O envio de mensagens de todo mundo é importante e amplia a unidade e a organização internacional dos bancários contra esse desrespeito dos bancos italianos ao processo de diálogo social e negociação coletiva”.

Fonte: Contraf-CUT com UNI