Bancários de Catanduva (SP) protestaram na manhã da última sexta-feira (31) contra mais uma demissão, no Itaú, de uma bancária que acabava de retornar de licença-maternidade. Dessa vez, a manifestação foi na agência de Itápolis, onde os trabalhadores fixaram as faixas “Em defesa do emprego” e “Itaú, feito para demitir”, em alusão ao slogan do banco: “Itaú, feito para você”.

Quando um funcionário retorna do período de licença, não pode ser demitido dentro de sessenta dias. Ao completar 61 dias do retorno da licença-maternidade, a bancária foi demitida.

“O banco não tem o mínimo de respeito e consideração aos trabalhadores. A bancária foi demitida no momento em que mais precisa, afinal, está com um filho recém nascido” protesta Paulo Franco, presidente do Sindicato e funcionário do Itaú.

Os bancários retardaram a abertura da agência em uma hora, e se reuniram com os funcionários do banco para debater sobre as demissões em massa no Itaú.


Fonte: Seeb Catanduva