Crédito: SEEB Mogi das Cruzes
SEEB Mogi das Cruzes Paralisação ocorreu depois de denúncias de bancários e clientes

Sem ar-condicionado há mais de dois meses num período em que os termômetros registram mais de 30 graus, a agência do Itaú localizada no Extra Mogilar, em Mogi das Cruzes,São Paulo, foi fechada nesta quinta-feira (6) pelo Sindicato dos Bancários de Mogi e Região.

A medida foi tomada após várias denúncias de funcionários e clientes que não suportavam mais as más condições na agência nesses dias quentes.

Após a paralisação, a direção do banco garantiu que realizará a manutenção necessária no aparelho de ar-condicionado neste sábado (8)mas não informou quando o equipamento voltará a funcionar.

A diretora de Imprensa do Sindicato, Regina Cardoso de Siqueira, explica que a agência do Itaú localizada no Extra Mogilar passou por uma ampliação recentemente, mas desde o término da reforma, há cerca de dois meses, o aparelho de ar-condicionado não está funcionando:

“Recebemos várias denúncias de funcionários e clientes descontentes com as más condições na agência e não tivemos outra alternativa senão paralisar a unidade durante todo o dia. Não há explicação para um desrespeito deste, principalmente vindo de uma instituição que acaba de registrar recorde de lucro”, diz ela, referindo-se aos R$ 15,836 bilhões faturados pelo banco em 2013.

O valor divulgado pelo Itaú nesta terça-feira (4 de fevereiro) é o maior resultado da história do sistema financeiro nacional e representa crescimento de 12,8% em relação ao ano anterior.

A lucratividade (lucro líquido sobre patrimônio líquido) do banco foi de 20,7%, o dobro da média do sistema financeiro mundial. Apesar disso, o Itaú fechou 2.734 postos de trabalho em 2013, quando a economia brasileira gerou 1,1 milhão de novos empregos com carteira assinada.

Fonte: Contraf-CUT e SEEB Mogi das Cruzes