A folha de pagamentos da Caixa Econômica Federal traz este mês os reflexos da promoção por mérito referente ao ano-base 2013. O crédito feito nesta quinta-feira, dia 20, contempla um delta de promoção para 70% dos empregados e dois para 19,38% do quadro de pessoal. Os que não alcançaram promoção foram 10,62%.

Cada delta representa 2,34% de reajuste salarial na tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS). “Esse dado revela a importância da reconquista da promoção por mérito na Caixa para a nossa luta pela valorização dos salários, processo que resulta também na redução do Complemento Temporário Variável de Ajustes de Mercado (CTVA) e no abandono de qualquer vínculo com o cumprimento de metas”, ressalta Antônio Luiz Fermino, representante dos empregados na comissão paritária que trata do assunto.

A promoção por mérito foi restabelecida na Caixa em 2008, após mais de anos de sonegação desse direito pela empresa. A reconquista deu-se com a forte mobilização dos bancários da Caixa por um novo PCS, que resultou na unificação dos dois Planos de Cargos e Salários existentes até então, o de1989 e o de 1998, e na recuperação de direitos que vinham sendo suprimidos, como as vantagens pessoais, incorporadas na nova tabela.

O processo de avaliação para promoção por mérito vem sendo aprimorado ano a ano, mas os representantes dos empregados consideram que a sistemática e os critérios

Fonte: Contraf-CUT com Fenae