“Crise na Europa: impacto para a classe trabalhadora” é tema do primeiro volume da coleção Cadernos Internacionais da CUT. Organizada pela Secretaria de Relações Internacionais da Central, a publicação faz parte da estratégia da CUT de construir e socializar conhecimento sobre temas globais que interferem de forma direta ou indireta no cotidiano dos trabalhadores e trabalhadoras.

“A publicação está dividida em capítulos que mostram, de forma simples e direta, que não se trata de “uma única” crise, de “uma única” Europa e de “um único” impacto para a classe trabalhadora. Os textos também nos levam a uma reflexão sobre o principal motivo desta crise: a luta de classes”, diz João Felício, secretário de Relações Internacionais da CUT.

A CUT desenvolve em conjunto com a Secretaria Nacional de Formação/CUT e UNICAMP um curso que discute Políticas e Sindicalismo Internacionais (PSI), além de outras iniciativas de discussão sobre formação e temas internacionais, como a Universidade Global do Trabalho (GLU) e outros espaços, como os da Confederação Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras das Américas (CSA) e da Confederação Sindical Internacional (CSI).

O caderno “Crise na Europa” está disponível no site da CUT em duas versões:

– versão digital (E-book)

– versão para impressão gráfica (PDF com marcas de corte), para quem tiver interesse em imprimir.

Fonte: CUT