Crédito: Seeb Caxias do Sul
Seeb Caxias do SulInsegurança mobilizou paralisação na Serra gaúcha

A falta de vigilantes, devido à falência da empresa Proseg, contratada do pelo Banco do Brasil para fazer a segurança em suas 11 agências em Caxias do Sul (RS) e o não pagamento dos salários dos seus funcionários, provocou o fechamento da agência Capuchinhos do Banco do Brasil, na tarde de quarta-feira (19). Os funcionários comissionados deram expediente na agência Centro da cidade. 

Nesta quinta (20), pela manhã, os dirigentes do Sindicato dos Bancários de Caxias do Sul e Região (Bancax) Nelso Antônio Bebber, coordenador da Secretaria de Organização Política e Sindical e Vilmar José Castagna, coordenador Secretaria de Saúde e Relações de Trabalho estiveram na agencia Capuchinhos do BB para explicar aos clientes os motivos da paralisação.

“Por não apresentar o mínimo de vigilantes que assegurasse a integridade de funcionários e clientes, a agência Capuchinhos do Banco do Brasil permanecerá fechada para atendimento externo e assim ficará até que a situação se normalize”, disse Nelso. O Bancax está alerta para evitar qualquer exposição à violência contra a categoria e clientes das instituições.

Os sindicalistas receberam a informação de que o banco deverá pagar os salários dos vigilantes, mas para isso há a necessidade de autorização judicial. Os vigilantes da Prosegur estão sendo cadastrados.

Em algumas agências do Banco do Brasil – como a Pio X e Campo dos Bugres – a empresa Rudder assumiu a segurança e as operações bancárias não tiveram interrupção ou transtornos.


Fonte: Seeb Caxias do Sul